Skip to content
November 22, 2011 / ipvanoticias

Cartilha IPVA 2012

Confira aqui a  cartilha do IPVA 2012.

 

June 21, 2011 / ipvanoticias

IPVA já rendeu R$ 20 mi ao município em 2011

Seguindo a tendência de crescimento registrada por outros impostos, os repasses de IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotivos) ao município renderam, entre janeiro e maio de 2011, 16,6% mais que no mesmo período de 2010. O recurso saltou de R$ 17,2 milhões para R$ 20 milhões, contrariando a previsão de retração projetada no orçamento municipal para este ano.

De acordo com os dados publicados pela secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, comparando apenas os meses de maio o crescimento foi de 14,3%, com o repasse indo de R$ 761 mil para R$ 870 mil.

No total dos repasses estaduais – ICMS, IPVA, IPI sobre exportação e compensações financeiras – a alta é ainda maior. Nos cinco primeiros meses do ano chegaram aos cofres da administração exatos R$ 48,5 milhões, alta de 17,8%, sobre o ano anterior.

O crescimento da frota municipal é apontado pelo delegado regional tributário da secretaria da Fazenda, Antônio Veronez, como principal responsável pelo aporte nos recursos. “O aumento é decorrente do mercado de vendas do veículo que ganhou impulso com os incentivos governamentais dos últimos dois anos”.

O economista Eduardo Rino observa que o bom momento do mercado ignorou até a redução média de 7,2% no valor do imposto em 2011, em decorrência da desvalorização do usado. “A economia superou as expectativas nesse início de ano e com o bom momento do setor automotivo esse aumento de arrecadação foi possível”. Apesar do imposto mais barato, o motorista reclama ainda do preço elevado e do pouco retorno em benefícios.

“Pagamos caro no pedágio, no combustível, em estacionamentos e ainda nos levam mais um monte de dinheiro com IPVA sem ver nenhuma melhoria”, diz o motorista Paulo Henrique Neves. “Desanima ter um automóvel no Brasil”, emenda o mototaxista Gilson Gomes de Paula Scutti.

FONTE: http://www.diariodemarilia.com.br

June 8, 2011 / ipvanoticias

IPVA 2011 registra inadimplência de 13% em Manaus

Arrecadação do imposto em maio aumentou 20,7% em relação ao contabilizado em igual período de 2010.

Manaus – A arrecadação do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) cresceu 20,74% em maio deste ano em relação ao mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano, o pagamento do tributo aumentou 9,35% e a taxa de inadimplência até abril está em cera de 13%.

Segundo a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), o pagamento do IPVA em maio ficou 12% acima do previsto. Só no mês passado, o volume recolhido chegou a R$ 18,26 milhões, uma expansão de 20,74% em relação a maio de 2010.

No acumulado dos cinco primeiros meses do ano, o volume de arrecadação do IPVA totalizou R$ 73,15 milhões, 9,35% acima do contabilizado pelo Estado no mesmo período do ano passado, quando o resultado alcançou R$ 66,89 milhões. A arrecadação do imposto neste ano está 1,2% acima do esperado.

O diretor do Departamento de Arrecadação da Sefaz, Gilson Nogueira, afirma que no ano passado a inadimplência média do IPVA ficou em torno de 13,85%. Até abril de 2011, a taxa média manteve-se no mesmo patamar, de 13%. “Chegou a 18% no início do ano, mas foi baixando durante os meses e agora fechou em 13%”, explica o diretor.

Estão inadimplentes os motoristas com veículos de final de placa um, dois e três com vencimentos em janeiro, março e abril que ainda não efetuaram o pagamento em cota única ou não procuraram a Sefaz para parcelar o tributo.

A média de inadimplência do IPVA nos últimos cinco anos chegou a 13,5%, considerando os débitos que ainda não foram incluídos na dívida ativa do Estado.

Cobrança

Para evitar que o débito do IPVA do exercício de 2006 entre em decadência, por conta do tempo da dívida que não pode ultrapassar cinco anos, a Sefaz iniciou a emissão de intimações para o pagamento do tributo. Até maio, foram intimados cerca de 4,5 mil contribuintes, dos quais 106 quitaram o débito à vista, o que gerou a arrecadação de R$ 53,8 mil para o Estado.

Os contribuintes que quiserem regularizar-se espontaneamente devem procurar a Central de atendimento da Sefaz e parcelar o débito em até cinco vezes. Entretanto, o proprietário só poderá licenciar o veículo após a quitação completa do parcelamento do IPVA.

No ano passado, a Sefaz conseguiu regularizar 14,5% dos 4 mil motoristas intimados a pagar a dívida vencida desde 2005. Desse total, 55 pagaram à vista e cerca de 500 parcelaram os débitos. Por conta da não regularização, foram gerados 407 autos de infração, correspondentes a um volume de R$ 680 mil. Esses autos estão em processo de tramitação no conselho da Sefaz para posteriormente serem inscritos na dívida ativa do Estado.

FONTE: http://www.d24am.com/

June 3, 2011 / ipvanoticias

Última fase do pagamento do IPVA começa nesta sexta-feira (03)

Nesta sexta-feira (03) começa a última fase de pagamento do  Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Durante o mês de junho, os donos de veículos de placa com final zero ou de 6 a 9 deverão efetuar o pagamento da segunda parcela do imposto – caso ele não tenha sido quitado em cota única no mês de maio.

De acordo com calendário do IPVA, disponível para consulta no site da Secretaria de Estado da Fazenda (www.sefaz.es.gov.br), o pagamento relativo aos veículos de placa de final 1 a 5 deve ter sido efetuado entre abril e maio.

Se houver atraso no pagamento das parcelas, o contribuinte deverá emitir uma segunda via do boleto. Isso pode ser feito no site do Detran-ES (www.detran.es.gov.br), nas Agências da Receita Estadual ou nas Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans).

Haverá cobrança de multa de 0,33% ao dia sobre o valor do imposto devido se o recolhimento for efetuado espontaneamente até 60 dias após o vencimento. Depois desse período, a multa é fixa, de 20% sobre o valor do imposto devido. Além disso, o IPVA recolhido fora do prazo fica sujeito à incidência de juros de mora de 1% por mês ou fração.

Devem pagar IPVA este ano no Estado 899.185 contribuintes. A maior parte deles está na Região Metropolitana. Em Vitória, foram distribuídos 119.948 boletos. Em Vila Velha, são 116.158 motoristas contribuintes do imposto. Na Serra, 84.659, e em Cariacica, 67.182. Em seguida vem Cachoeiro de Itapemirim, na Região Sul, com 56.001 boletos de IPVA, e Linhares, no Norte do Estado, onde foram entregues 36.823 boletos.

FONTE: http://www.eshoje.com.br

June 1, 2011 / ipvanoticias

Termina dia 30 prazo para desconto de IPVA para placas de final 8

Termina no dia 30 deste mês o prazo para pagamento com desconto de 10% do IPVA 2011 dos veículos com placas final 8. Já para os proprietários de veículos com placas final 9 o desconto vale até 31 de julho, e final zero até 31 de agosto.

Terminou nesta terça-feira (31) o prazo para desconto de 10% no valor do IPVA para os proprietários de veículos com placa final 7. Também terminou na terça-feira o prazo para o licenciamento 2011 dos veículos com placa final 5.

Deste modo, os veículos da frota paraibana com finais 1, 2, 3, 4 e 5 que não estiveram licenciados este ano já são considerados irregulares, podendo ser multados e apreendidos.

Circular com um veículo com licenciamento em atraso é considerado uma infração gravíssima, com multa de quase R$ 200 e anotação de 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

Entrega suspensa – O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) lembra que suspendeu a entrega domiciliar do Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV). A medida foi tomada para se evitar o risco de duplicidade na emissão de documentos.

O CRLV era entregue através dos Correios após o pagamento das guias de licenciamento anual dos veículos. No entanto, muitos usuários acabavam procurando o Detran, antes do recebimento domiciliar, para emissão do CRLV o que vinha provocando a duplicidade.

A entrega domiciliar das guias para pagamento das taxas está mantida. Mas os usuários que não receberem as guias dentro do prazo devem procurar uma unidade do órgão ou emitir as guias através da internet, pelo endereço eletrônico http://www.detran.pb.gov.br.

Como a suspensão da entrega domiciliar do CRLV, após o pagamento das guias o usuário deve procurar uma unidade de Detran para a emissão do documento. As guias do Detran só estão sendo recebidas pelo Banco do Brasil ou rede Pague Fácil.

Perdão de dívidas – O Detran alerta que termina no dia de 8 julho o prazo para que os proprietários de motocicletas até 150 cc, com o licenciamento do veículo em atraso, solicitem o perdão do IPVA e outras taxas vencidas até 31 de dezembro de 2010.

Quase 150 mil usuários, em todo o estado, serão beneficiados pela Medida Provisória 173 que determinou o perdão da dívida, desde que seja pago o licenciamento 2011.

FONTE: http://www.pbagora.com.br/

May 31, 2011 / ipvanoticias

Prorrogado prazo para pagamento do IPVA de veículos com placa final 5

Os proprietários de veículos com placa final 5 (cinco) terão o prazo estendido para o pagamento do IPVA 2011. O pagamento do tributo, que seria finalizado nesta terça-feira (31), poderá ser efetuado agora até a próxima sexta-feira (3).

Até o dia do vencimento, o proprietário recebe um desconto de 15% se optar pela parcela única. Se preferir parcelar o pagamento, este poderá ser feito em três prestações. Perdendo o prazo, o usuário irá pagar uma multa de 5% ao mês, podendo chegar ao máximo de 15% de juros.

As taxas podem ser retiradas do site do Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI), através do link de licenciamento, e serem pagas em caixas de bancos, Pag Contas e rede lotérica credenciada.

O IPVA é uma taxa paga anualmente pelos proprietários de todo e qualquer veículo automotor ao qual seja exigido emplacamento. O valor arrecadado é dividido entre o estado e o município onde o veículo foi licenciado.

FONTE: http://www.cidadeverde.com

May 20, 2011 / ipvanoticias

Viaturas estão com IPVA atrasado

Todos os carros são do 21º Batalhão, sediado em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata. Para verificar a situação de cada carro, uma consulta ao site do Detran foi feita no dia 11 de abril

 As Associações dos Militares do Estado (AME) e de Cabos e Soldados (ACS) resolveram endurecer o tom contra o governo, mesmo após a aprovação pela Assembleia Legislativa do reajuste escalonado, começando com 11,6% para este ano. Na assembleia da categoria, realizada no Derby, área central do Recife, na quinta-feira (19), ao lado do comando-geral da corporação, os diretores denunciaram que viaturas da PM estão circulando de forma irregular. Algumas com cotas do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) atrasadas.

Para formalizar a acusação, as entidades prometeram levar nesta sexta (20) ao Ministério Público uma planilha com a placa de 40 veículos que estariam com irregularidades, como taxas (como tapa-buraco e bombeiros) e licenciamento atrasados. Todos os carros são do 21º Batalhão, sediado em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata. Para verificar a situação de cada carro, uma consulta ao site do Detran foi feita no dia 11 de abril. “A gente cobra legalidade da população. Mas a própria polícia manda o policial às ruas com viaturas em atraso”, criticou o capitão Vladimir Assis, presidente da AME.

À noite, irritados com o que chamaram de “manobra para esvaziar a assembleia”, alguns policiais fecharam os dois sentidos da Avenida Agamenon Magalhães, principal corredor viário do Recife, por cerca de 20 minutos. Apenas umas faixa em cada sentido ficou liberada.

Os diretores das associações disseram que os comandantes de batalhões deram ordens para os subordinados ficarem de prontidão e, assim, faltar à assembleia. Policiais que chefiam serviços administrativos também receberam ordens para escalar soldados para ir às ruas, no trabalho operacional.

Em nota, a assessoria da PM justificou a iniciativa como esforço para reduzir os índices de violência no Estado. “Esse procedimento é uma medida corriqueira, principalmente quando se aproxima o fim de semana ou quando determinadas áreas apresentam necessidade desse reforço extra”, disse um trecho da nota.

Por telefone, o secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, ao ver a lista com as taxas e licenciamento em atraso, rebateu a denúncia sobre as viaturas. “Temos 2.252 viaturas locadas e outras 1.833 patrimoniadas. A consulta ao site do Detran foi feita em abril. A situação hoje pode ser outra. Em relação às viaturas locadas, as empresas são responsáveis. As que não são de locadoras, o comando de cada batalhão deve se responsabilizar”, disse.

FONTE: http://jconline.ne10.uol.com.br